Julio Verne: para jovens e adultos

    Quando era prefeito de São Paulo (1986-1989), Jânio Quadros (1917-1992), inaugurava um Parque de Recreação Infantojuvenil, quando foi perguntada por uma repórter, que recado ele daria às crianças. Ele foi enfático: "Que leiam A volta ao mundo em 80 dias. É um livro fascinante".                     Eu via a entrevista e concordei com ele. A época eu já havia lido 3 livros desse autor, incluindo o acima citado. Viagem ao centro da Terra; Vinte mil léguas submarinas, Cada um mais espetacular que o outro.
    Há alguns anos fiz uma pequena síntese didática sobre o autor e a sua principal obra, para uma turma de alunos, onde reuni 4 comentários de fontes distintas, e agora, oportunamente resolve editá-la nesse espaço, acrescida do resumo do livro, extraído da internet, conforme referência (5) no final.
    Júlio Verne, foi um escritor francês, nascido em Nantes, 1828, e falecido em Amiens, 1905, sobre o qual dizem os editores:

    1. "A volta ao mundo em Oitenta dias (1873), sua obra mais famosa retrata bem o pensamento do seu criador. Prevendo vários inventos científicos futuros, como o submarino, equipamentos de mergulho, televisão, naves espaciais e outros, fez o autor ficar conhecido em todo o mundo".
  
   2. "Nasceu Jules Gabriel Verne, e tornou-se autor de aventuras inspiradas em fatos científicos, podendo assim, reivindicar o título de pai da verdadeira ficção científica. Porém, como o próprio Verne destacou, não eram descobertas suas, mas extrapolações  dos desenvolvimentos científicos contemporâneos. De qualquer maneira, algumas de suas ideias são impressionantemente concretas, como o foguete espacial (além do submarino, do helicóptero, dos arranha-céus, etc). Os enredos emocionantes dele fizeram com que se tornasse um dos autores mais traduzidos de todos os tempos". 

   3. "A fulgurante imaginação de Júlio Verne constitui a base da popularidade universal de seus romances (hoje, com inúmeras adaptações cinematográficas), precursores da moderna ficção científíca. Verne uniu ao vigor narrativo sua convicção de pressagiar muitos avanços científicos posteriores -- submarino, televisão, viagens espaciais -- e receber, com justiça, o título de criador  da ficção científica".
  
  4. "Considerado um dos criadores da ficção científica, escreveu mais de 60 romances e narrativas, que foram traduzidos para cerca de 80 línguas. Entre suas obras mais famosas contam-se  A volta ao mundo em 80 dias, As vinte mil léguas submarinas, Ao redor da Lua, Miguel Strogoff, Cinco semanas em balão, e tantas outras que compõem a série das Viagens Extraordinárias pelos Mundos conhecidos e desconhecidos.     

   5. Resumo sucinto: O Sr. Phileas Fogg, personagem principal, faz uma aposta com alguns amigos londrinos, garantindo-lhes ser possível partir de Londres dar uma volta ao mundo e voltar àquela capital em apenas 80 dias.
    
    Naquela mesma noite de 2 de outubro ele, acompanhado por seu criado particular, partiram, e, deveriam regressar no dia 21 de dezembro às 20h45. E lá se foram. Primeiro para a França, depois para Itália, Egito, Índia, China, América (EUA) e por fim, voltar a Inglaterra, isto é, a Londres.
    No percurso os mais diversos meios de transportes: trem, lombo de animal, comboio e outros. As adversidades eram muitas. Quando retornavam, o Sr. Fogg foi preso no porte de Liverpool, por ser confundido com ladrão de banco. Esse incidente os fez perderem precioso tempo enquanto estava detido.
    Porém, conseguiram uma carruagem especial e rumaram para Londres, mas lá chegando certificou-se de que perdera a aposta por causa de cinco minutos de atraso.
    No dia seguinte seu criado Passepartout, verificou que era sábado e não domingo como pensaram. Portanto, avisou o Sr. Fogg que o mesmo tinha ganhado a aposta de 4 mil libras.
    Moral da história: Durante os 80 dias, eles tinham seguido sempre em direção a oriente, ou seja, contra o sol, fazendo com eles ganhassem mais um dia, em relação ao fuso horário.
    Referências 
    1. DBU - Dicionário Biográfico Universal Três, vol. 12. 1984, p.285.
    2. 501 Grandes Escritores, RJ, Sextante, 2009, p.188.
    3. Nova Enciclopédia Barsa, vol. 14. SP, 1999, pp. 345/6.
    4. Os Grandes Clássicos da Literatura, Brasileira, vol. 1. 1982, p. 4
    5. resumosdelivros.blogspot.com.br .postado por Tiago Peixoto, 21.02.2010, com adaptação.
Tecnologia do Blogger.