Citações famosas de autores notáveis

No último quartel da década de 1980, quando estava iniciando as minhas atividades no Magistério, conheci uma professora-pesquisadora do INPA, a qual tinha por hábito, escrever para seus alunos, todas as noites, o "PARA REFLETIR!" Eram frases, versículos bíblicos, pequenos poemas, músicas, referências biográficas, etc. Eram jovens e adultos do segundo grau e gostavam muito daquele método complementar do aprendizado. Embora fosse facultativo, todos liam, copiavam.

Passei a adotar a mesma prática nas escolas onde trabalhei e onde trabalho hoje. São citações de personagens da História, da Literatura, da Filosofia, do Cinema, da Sociologia, da Política; datas comemorativas; fatos relevantes; o porquê disso, o porquê daquilo, ou seja, questionamentos, etc. Apesar de leitura rápida ou pequeno conteúdo, ninguém está obrigado a seguir essa metodologia, por não ser oficial. Mesmo assim, a maioria gosta: copia e até salva no celular. Aprende-se mais. Aguça a curiosidade; incentiva à leitura.

Ao longo desses anos, reuni algumas obras sobre o tema aqui comentado para delas extrair um "pouquinho" mais do conhecimento e repassar para cada turma do ensino médio (1ª, 2ª e 3ª séries). Um desses livros é Frases célebres notáveis, de Sílvio Ferraz de Arruda. Na contracapa, a própria editora justifica assim o interesse pela edição desse tipo de publicação.

"Livros que coligem citações existem vários, mas este se distingue pela preocupação que orientou os passos do autor. Ao selecionar duzentas frases célebres, Sílvio Ferraz de Arruda, buscou trabalhar com autores que fossem relacionados de alguma forma com a história de seus países. E revestiu este livro de um caráter didático, ligando a frase com a história da nação e a história de vida de seu autor" (1). 

As frases são organizadas por autor - são doze países contemplados (Egito, Grécia, Itália, França, Inglaterra, EUA, Alemanha, Rússia, Índia, Espanha, Portugal e Brasil) - e as citações célebres vão de Heródoto a Euclides da Cunha, passando por Goethe, Lincoln, Pasteur entre outros.

"Este livro é indicado não só para professores atentos e empenhados em expandir as áreas de interesse de seus alunos como, e principalmente, para quem quiser investir em cultura, aumentando seu universo de conhecimento" (1).

O escritor garante que teve todo um cuidado na checagem dos autores e suas frases. A princípio, era 360 delas, de 150 obras de autores consagrados, mas somente foram selecionadas 200 "que nos despertaram particularmente o interesse, quer por seu elevado sentido humanista e nacionalista quer por seu conteúdo meramente histórico" (1). Admite que apesar do seu trabalho não ser o primeiro do gênero, mas o é "quanto a forma de apresentação". Sua pesquisa constatou que a maioria das publicações até então somente estavam voltadas para "vultos relacionados com a História de deus países", menos com a Literatura ou com a Filosofia.

O que difere, portanto, "Frases célebres notáveis de obras congêneres é seu caráter didático, ou seja, a apresentação das frases relacionadas com determinada nação, em ordem cronológica, o que possibilita, em última análise e, o estudo da História  por meio de seus homens mais famosos, visto que as considerações acerca das citações são precedidas da biografia de seu provável autor" (1).


Realmente, essa da inclusão de dados biográficos  dos autores, além de suas máximas é algo interessante, independente de feitos históricos, literários, filosóficos, governamentais; país de origem, época, etc, tornam o livro em questão diferente. Também: rico em dados e de apresentação confiável junto ao leitor. Como são 12 países e vários frasistas, escolhi apenas uma por autor e um autor por país, e pela ordem alfabética. Ficou legal. Ficou assim. Vamos à leitura.

1. ALEMANHA: "Abre também a outra folha para fazer entrar um pouco mais de luz".
Johann Wolfgang von Goethe (1749-1832), foi o mais notável dos poetas alemãs e autor de obras mundialmente lidas até os dias atuais. Fausto, por exemplo, é considerado o "Poema do Mundo". No início de março de 1832, o poeta foi acometido por um resfriado e apesar de atendido pelo médico da Corte, seguiu entre melhoras e recaídas. Porém, na manha do dia 22 daquele mês, passou a ter desmaios. Por volta das nove horas, de um dia ensolarado, dirigiu as palavras acima à sua criada, poucos minutos antes de morrer, ou seja, a janela estava aberta para sua partida.

2. BRASIL - "A grandeza das nações provém do ideal que a sua mocidade forma nas escolas e as humilhações que elas sofrem na traição que o homem feito comete contra o seu ideal de jovem. Sabeis agora qual foi o meu ideal, podeis julgá-lo; conheceis a minha vida pública, podeis verificar se jamais traí".
Joaquim Aurélio Barreto Nabuco de Araújo (1849-1910). Joaquim Nabuco era pernambucano seguiu a carreira diplomática. Mas se destacou também como político e principalmente, abolicionista. Aprovou a lei que deu liberdade aos escravos em 1888. Com o fim da monarquia, deixou de ser político. Minha Formação, é de sua autoria. Um dos livros mais importantes do Brasil. A frase acima, inicialmente proferida aos estudantes do Rio da Prata,encontras-e nas célebres respostas às mensagens, dos distritos do Recife (hoje capital de PE) e de Nazareth (Município metropolitano do Recife), de 12.03.1890, representados politicamente por Nabuco no regime monárquico, por ele defendido. 

3. EGITO - "O Egito é uma dádiva do Nilo". 
Heródoto (484- 425 a. C), foi um importante historiador grego. A frase acima já era  popularmente consagrada entre os sacerdotes egípcios, assim completou o grego: "A maior parte do país é uma dádiva do Nilo, como dizem os sacerdotes, e foi essa a minha impressão". Como se vê, o historiador apenas endossou a afirmação já existente, quando de suas pesquisas. 

4. ESPANHA - "Deixo-lhes o mundo". 
Santo Inácio de Loyola (1491-1556), foi o fundador da Ordem dos Jesuítas. Era oficial do exército do seu país quando ficou gravemente ferido no cerco de Pamplona. Enquanto tentava se recuperar, converteu-se ao catolicismo colocando a sua vida à disposição do Papa. A frase acima foi dita por ele aos jesuítas que lhe rodeavam o leito de dor, ao mesmo tempo em que apontava para um globo terrestre.

5. EUA - "A comunidade negra americana é uma carroça quebrada puxada por duas mulas".
Martin Luther King (1929-1968), foi um destacado pastor protestante do Sul, que lutou democraticamente até a morte para ver se prevalecia os direitos civis dos negros no seu país. Pregava a não violência. Foi preso, mas não abandonou seus ideais. Nem se mascarou quando ganhou o Prêmio Nobel da Paz. No dia 04.04.1968, quando se preparava para mais uma marcha, foi abatido com um tiro  na sacada de um hotel de Memphis. A frase acima ressalta os símbolos que ele havia escolhido para representar a pobreza do negro: Uma carroça puxada por duas mulas. "E foi justamente esse o meio de transporte utilizado para conduzir o caixão de mogno africano de Luther King após o ofício fúnebre ao cemitério" (1).

6. FRANÇA - "Quem serve bem à pátria dispensa antepassados".
François Marie Arouet, (1694-1778)) o Voltaire, foi um notável pensador francês. Espírito vivo e curioso e de uma maravilhosa flexibilidade e enorme influência literária e social. Escreveu com sucesso em todos os gêneros possíveis, da Literatura à Filosofia, por exemplo. Escritor por excelência: claro, preciso, espirituoso e elegante. Lutou pelo fim da abolição da tortura e por muitas reformas de melhorias da vida social de sua gente. A frase acima encontra-se numa de suas obras, a tragédia "Mérope".

7.GRÉCIA - "Eu reservo este ouvido inteiro para o acusado".
Alexandre Magno (356 - 323 a.C), foi rei da Macedônia aos 20 anos. Apesar de ter morrido aos 33 anos, suas realizações foram profundamente benéficas e civilizadoras por ele ter assegurado as culturas helênica e asiática. "Certa vez julgando uma causa sem a presença do acusado, Alexandre, surpreendido pelas inúmeras argumentações do acusador, pronunciou essa frase para os assistentes do processo, após haver tapado um ouvido com o dedo durante a acusação. Essa frase permanece como símbolo da imparcialidade não da justiça, que é algo inatingível pelo homem, mas do próprio Direito" (1).

8. ITÁLIA - "O sol que nasce tem mais adoradores do que o sol que se põe".
Pompeu, o Grande (105 - 48 a.C), foi um bom general e genro de César, com quem brigou, apesar de moderado, uma de suas qualidades pessoais. Porém, seu caráter era indeciso e esbanjava pela vaidade. Vencido pelo exército do sogro - apesar de ter lutado muito -, disse a frase acima, ao ser derrotado. 

9. INGLATERRA - "Três paixões, simples mais extraordinariamente poderosas, regeram minha vida: o ensaio de amor, a busca de conhecimento e uma piedade imensa pelo sofrimento do gênero humano".
Bertrand Russell (1872-1970), foi o mais influente filósofo inglês do século XX. Notável pacifista e em nome da paz, foi preso mais de uma vez, por ser "contra a estocagem de bombas nucleares na Inglaterra e contra a guerra do Vietnã". Essa frase de alto conteúdo humanista e que bem sintetiza a tônica que pautou a vida dessa grande personalidade de nossa época. 

10. ÍNDIA -"Possa meu jejum despertar as consciências e não adormecê-las".
Mohandas Gandhi (1869-1948), foi líder pacifista indiano, considerado um dos maiores homens do século XX. A frase acima foi pronunciada em 13 de janeiro de 1948, quando explicava seu ponto de vista sobre o jejum. No dia 30 do mesmo mês e ano, foi assassinado por um fanático extremista. 

11. PORTUGAL -  "Cesse tudo o que a musa antiga canta,/que outro valor mais alto se alevante!"
Luiz Vaz de Camões (1524-1580), até hoje é considerado o maior poeta da língua portuguesa. Os Lusíadas está na lista dos mais importantes livros da Literatura Universal. Os dois versos acima fazer parte de um dos poemas mais divulgados da sua obra-prima.

12. RÚSSIA - "Daria metade de meu reino ao homem que te assemelhasse, para me ensinar a governar a outra".
Pedro, o Grande (1672-1725), foi Czar da Rússia de 1682 a 1721 e imperador da mesma nação de 1721 a 1725. Modernizou seu Estado, fundou São Petersburgo e lutou contra os turcos e os suecos. As palavras da frase acima foram pronunciadas diante da estátua de Richelieu, em Paris,por ocasião da visita que fez à França. 

Não foi fácil, senhores leitores, extrair apenas 12 frases e 12 autores, de 200 frases e mais de 150 autores. Isso corresponde a pouco mais de 5% do todo. Mas, esperamos que gostem da nossa seleção.



Pesquisa e texto por Francisco Gomes
Foto por Winnie Barros

Fonte
1. Arruda, Sílvio Ferraz. Frases célebres notáveis: 2ª edição. - São Paulo, Nobel, 1998.

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Fenomenal a sacada de Arruda. Uma frase, para ser célebre, não pode ser escrita por acaso, há que ter um elo de ligação com a história. Não menos fenomenal é a mentel que identificando essas célebres frases as traz à baila em forma de pedagogia em rede social, como fizeram Francisco Gomes e Winnie Barros nesta pérola de postagem!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário...